sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Resumo das ultimas notícias

Solicitamos aos associados e não associados que nos enviem sugestões de quais  ações poderiam ser propostas pelo Escritório Jurídico da Asempt. 
As propostas deverão ser encaminhadas até o final do dia 3/12 (quinta-feira) a fim de que sejam levadas - para deliberação, na AGE/AGO convocada para 4/12.


STF em decisão histórica considera constitucional passar cargo de técnico para nível superior


http://www.fenajufe.org.br/index.php/imprensa/artigos/1775-stf-em-decisao-historica-considera-constitucional-passar-cargo-de-tecnico-para-nivel-superior


CPI dos Fundos de Pensão ouve chefe de auditoria dos Correios

Deputado questiona se investimentos da Funcef tiveram ingerência política


Prisão de Bumlai abre movimento pela prorrogação da CPI do BNDES


CCJ aprova regras para aplicação do teto do funcionalismo


Auditores fiscais pedem aprovação de propostas que fortalecem a categoria


Relatório final da CPI do Carf pede indiciamento de 28 pessoas


Apresentado relatório da medida provisória da reforma ministerial


Protesto por novo plano de carreira


Projetos de interesse do Judiciário Federal não são apreciados pela CTASP


Relator vai aguardar decisão da ampliadinha para elaborar parecer ao 2648

 

PA e PR - Categoria delibera fazer melhorias no PL 2648


Só com regime de urgência para aprovar ainda em 2015 o PL 2648


DF - Diretoria indica melhorar PL 2648 mas categoria pede o arquivamento


ALAGOAS - Categoria rejeita PL 2648 e decide lutar pelo PL 6613/2009


Servidores públicos ameaçam greve geral em 2016


Base freia adiamento de reajustes salariais


Comissão de Negociação da Fenajufe reúne-se com senador Paulo Rocha


Carf deve ser formado só por auditores fiscais, diz relatório de CPI


Concedido a magistrado togado, auxílio-moradia é negado a juiz classista


Informativo do Eldo/Sindijus 
Nobres colegas,
ainda não foi dessa vez que o Substitutivo do PL 7919/2014 foi votado na CTASP. Já bem antes do início dos trabalhos na Comissão, obtivemos a informação de que os Procuradores da República, Dr. Lauro Cardoso (Secretário Geral) e o Dr. Peterson de Paula Pereira (Secretário de Relacões Institucionais) estiveram reunidos no gabinete do relator do nosso Projeto, deputado Áureo (SD/RJ), que teriam apresentado um conjunto de informações que dificultariam - segundo as palavras do deputado - a defesa e sustentação do relatório que orienta a rejeição do Substitutivo. Segundo o deputado Áureo, a PGR trazia a informação de que o impacto do nosso projeto de lei original seria superior ao do Substitutivo em mais de R$ 300 milhões. Tal informação, cabe ressaltar, é conflitante com os levantamentos do DIEESE que, em análise similar, constatou que o impacto do Substitutivo seria R$ 178 milhões superior ao do projeto original.
Está claro que há um impasse, né?
Mas porque somente hoje a PGR decidiu procurar o relator do projeto?
Enfim, cabe informar que os representantes do SINASEMPU e FENAJUFE presentes na CTASP decidiram procurar, ainda hoje, o relator do nosso PL para obter as informações trazidas pela PGR. Os dirigentes se prontificaram, ainda, a elaborar um estudo comparativo de impacto do Substitutivo com o PL original junto à assessoria da Câmara dos Deputados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário